Beth agora diz que 'dá pra repassar dinheiro pra VCG': 'se tiver acordo'

Beth agora diz que 'dá pra repassar dinheiro pra VCG': 'se tiver acordo'

Segundo a prefeita Elizabeth Schmidt, ao tribuna da massa em 30/4/2021, acha que 'dá pra fazer' mas só se tiver acordo, 'pra não dar improbidade administrativa'.

Beth diz que ela 'tinha consciência quando decretou a paralização' e que poderia pagar pelos 17 dias do decreto, mas só se tiver um acordo por que pode dar 'cagada'.

Quer dizer que os repasses via adintamento de crédito antes podia? Não.

O TCE-PR já deu canetada em outros prefeitos e diz claramente que repasse de dinheiro público às empresas de transporte público CONSTITUI ILEGALIDADE E IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA o que pode resultar em cassação  etc.

Rangel fez isso, Beth fez isso antes.

E agora, após a prefeitura dizer que a VCG anda superfaturano a planilha, tendo lucro de R$ 1,2 milhão ou mais por mês, até metendo a mão no vale alimentação dos funcionários, Beth diz que pode pagar até R$ 300 mil pelos 17 dias de vigor do decreto?

A pressão política é grande.

Rabo preso que chama?

O MP deveria investigar a fundo toda essa relação da VCG com a prefeitura desde lá de trás. Já que a Câmara é puxadinho da prefeitura e lá tem muitos com o rabo preso também.

Reveja lá se quiser: https://www.youtube.com/watch?v=fRlw38j0X4g

A prefeita também disse que não quer acabar com o contrato com a VCG por que é 'muito difícil'. No mesmo momento, Beth disse que o dinheiro pelos 17 dias não resolve o problema da VCG.

Ué?

Vai dar dinheiro do povo pra uma empresa que está roubando e enganando na planilha, como dito no processo  ao citar 'superfaturamento', não vai encerrar contrato e vai ficar por isso mesmo, é isso?

Pelo visto, se depender de Beth o povo vai seguir pagando as mamatas da elite de PG e todos os acordos dos marajás da cidade, com quem os políticos no poder tem rabo preso.


REVEJA:

 


Leia também
X